Aluísio Pimenta

Entrevista

Currículo

17 de março de 1983 a 29 de maio de 1985

Aluísio Pimenta nasceu no dia 09 de agosto de 1923, na cidade de Peçanha, em Minas Gerais. Graduado em Química pela UFMG, possui especialização em Química Orgânica pela USP, Doutorado em Química Orgânica e Biológica pela UFMG e pós-doutorado em Química dos Produtos Naturais pelo Instituto Superior de Saúde de Roma.

Aluísio foi professor catedrático da UFMG e ocupou o cargo de reitor entre 1964 e 1967, quando foi afastado pelo Regime Militar e foi para o exílio. Durante seu tempo exilado foi professor de diversas instituições de ensino, além de ter atuado como Diretor e consultor para o Banco Interamericano de Desenvolvimento. Quando retornou do exílio foi reintegrado ao quadro de funcionários da UFMG, e em 1991 foi nomeado reitor da UEMG.

Ao retornar do exílio Aluísio Pimenta pleiteou o cargo de Presidente da Fundação João Pinheiro, por saber do nível dos trabalhos desenvolvidos pela instituição e da sua contribuição para a pesquisa do Estado. Sendo nomeado pelo então Governador Tancredo Neves, Aluísio exerceu à Presidência durante 2 anos. Desenvolveu em seu período como presidente parte importante dos recursos humanos, melhorando o trabalho da Fundação e buscando se relacionar com o empresariado. Além disso, buscou desenvolver o trabalho em equipe, por meio da participação de diversos grupos da Fundação na execução dos projetos.

Aluísio Pimenta diz ter deixado como legado “um grupo bom de pessoas”, e crê que conseguiu fazer a Fundação melhorar, deixando claro que “se eu contribui para Fundação, ela contribuiu muito comigo. Me ajudou a retomar o Brasil”. Ao futuro, Aluísio Pimenta diz ver na Fundação um instrumento importantíssimo de melhoria da modernização e da visão de administração de Minas Gerais para as empresas públicas e privadas.