Dúvidas frequentes

Por ser uma instituição pública, os cargos na FJP são ocupados, majoritariamente, por aprovados em concurso público. Ocasionalmente são ofertadas vagas para estágios ou bolsistas em áreas específicas.

O curso de graduação em administração pública é a segunda etapa de um concurso público anual promovido pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag-MG) e a Fundação João Pinheiro (FJP) para provimento de cargos da carreira de Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG). Os interessados devem prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano corrente como etapa classificatória para esse concurso. Os candidatos classificados na primeira etapa ingressam na graduação, que é a segunda etapa do concurso, e recebem bolsa de estudos mensal no valor de um salário mínimo durante todo o curso. As aulas são ministradas no campus Pampulha da FJP (Alameda das Acácias, 70 – São Luiz), pela manhã e/ou à tarde. Cumpridos todos os requisitos legais ao longo dos quatro anos da graduação, os formados são lotados no quadro de pessoal da Seplag e nomeados para atuar em um dos órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo Estadual, conforme critério de alocação estabelecido pela Seplag. A nomeação é realizada conforme prazo previsto em edital.

Saiba mais: http://novosite.fjp.mg.gov.br/graduacao/

Os editais para os processos seletivos dos cursos de especialização são lançados ao longo do ano no 1º e 2º semestre. O interessado deve se inscrever eletronicamente conforme período especificado em cada edital. Os cursos são pagos em até 18 parcelas e as aulas ocorrem no campus Brasil da FJP (Avenida Brasil, 674 – Santa Efigênia), no período da noite. Alguns cursos podem ter aulas aos sábados, durante o dia.

Saiba mais: http://novosite.fjp.mg.gov.br/ensino/

As bolsas de estudos para cursos de especialização obedecem ao disposto na Resolução Seplag n. 027 de 28 de junho de 2007, que estabelece em seu artigo 3º os critérios para essa concessão, observados a disponibilidade orçamentária e financeira e o interesse institucional.

O processo seletivo para o curso de mestrado em administração pública é anual e o interessado deve se inscrever eletronicamente e em data divulgada em edital específico. São três etapas: teste da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (Anpad), prova dissertativa e análise de currículo. O curso é gratuito e tem duração de 24 meses. As aulas são ministradas no campus Pampulha da FJP (Alameda das Acácias, 70 – São Luiz), de manhã e/ou à tarde, em quaisquer dias úteis da semana.

Sim. O mestrado possui uma cota de bolsas de estudos concedidas pela Capes, pelo CNPq e pela Fapemig. A distribuição é renovada anualmente entre os aprovados no processo seletivo, desde que atendam ao perfil exigido pela bolsa. As bolsas são concedidas por 24 meses.

A Fundação João Pinheiro divulga durante todo o ano a programação dos cursos de capacitação. Esses cursos ocorrem nos períodos da manhã ou tarde, no campus Brasil da instituição (Avenida Brasil, 674 – Santa Efigênia). A capacitação pode ser contratada individualmente ou por órgãos/empresas para grupos de servidores/funcionários. A FJP também oferece a contratação de cursos específicos para instituições, montados de acordo com as necessidades de cada órgão ou empresa. A programação dos cursos de capacitação é divulgada no site e nas redes sociais da FJP. Para contratação de cursos fechados para órgãos ou empresas, o interessado deve enviar e-mail para capacitacao@fjp.mg.gov.br.

O déficit habitacional é calculado anualmente e considera a falta ou inadequação do estoque urbano de moradias no Brasil, para unidades da Federação e regiões metropolitanas selecionadas.

Todas as edições da pesquisa estão disponíveis em http://novosite.fjp.mg.gov.br/deficit-habitacional-no-brasil/

A Fundação João Pinheiro é responsável pelos cálculos e disponibiliza mensalmente os valores devidos a cada município mineiro, distribuídos por índices temáticos. Para consultar os valores, acesse www.fjp.mg.gov.br/robin-hood/ e selecione “Transferências” no menu lateral esquerdo. Selecione “Pesquisa por critério” ou “Pesquisa por município”, preencha os dados solicitados e clique em “Pesquisar”.

Acesse a plataforma www.atlasbrasil.org.br e selecione, na área de busca, “Município”. Escreva o nome da cidade e consulte o perfil da sua localidade.

Acesse a página www.imrs.fjp.mg.gov.br e clique em “Visualizar perfil”. Clique em “Selecionar município”, escolha as opções de interesse e o município. Clique em “Visualizar perfil”.

Acesse a página www.imrs.fjp.mg.gov.br e clique em “Gerar consultas”. Selecione uma dimensão primária, os dados a serem exibidos e conclua sua pesquisa. O resultado será exibido em formato de tabela, mas também é possível visualizar os dados em diversos tipos de gráficos ou fazer o download em formato CSV.

Acesse a página www.imrs.fjp.mg.gov.br e clique em “Gerar mapa”. Selecione o município, o(s) indicador(es) de interesse e gere o mapa.

A Fundação João Pinheiro divulga o PIB de Minas Gerais por trimestre. A divulgação do resultado anual tanto do Estado quanto dos 853 municípios, por questões metodológicas, é realizada anualmente, com defasagem de dois anos. Por exemplo: em 2019 a FJP divulgou o PIB de Minas referente ao ano de 2017.

Acesse a série histórica do PIB em http://novosite.fjp.mg.gov.br/produto-interno-bruto-pib-de-minas-gerais/

A divulgação do Produto Interno Bruto estadual engloba informações referentes à composição setorial do PIB mineiro, expressas em valores correntes e variações de volume. Em nível municipal, as informações se referem aos grandes grupos de atividade econômica das cidades e regiões do estado e são expressas em valores correntes, o que possibilita identificar a participação de cada município e região no total do estado.

As obras podem ser adquiridas presencialmente ou por encomenda. Os livros estão disponíveis para compra na sede da Fundação João Pinheiro (Alameda das Acácias, 70, São Luiz / Pampulha), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Caso opte por encomendar, após escolher no site fjp.mg.gov.br as obras que deseja adquirir, o interessado deve solicitar pelo telefone (31) 3448-9450, ou por email  colecao.mineiriana@fjp.mg.gov.br / davidson.figueiredo@fjp.mg.gov.br a emissão do Documento de Arrecadação Estadual (DAE) para pagamento. O envio pode ser feito pelos correios, ou os livros podem ser retirados na FJP, mediante apresentação do comprovante de pagamento.

Sim. O Educar é um projeto de extensão no formato de cursinho extensivo preparatório para estudantes que desejam prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), coordenado pela Gerência de Extensão e Relações Institucionais da Escola de Governo. O Educar disponibiliza 40 vagas por ano, sendo 20 reservadas para jovens da Associação Profissionalizante do Menor de Belo Horizonte (Assprom). O cursinho é gratuito e conta com 12 voluntários, alunos do Curso de Administração Pública da Escola de Governo, que ministram aulas de física, química, biologia, história, geografia, língua portuguesa, literatura, inglês, redação, álgebra e geometria. As aulas acontecem de segunda a sexta, entre os meses de fevereiro e novembro, no unidade da FJP localizada na Avenida Brasil, 674, Santa Efigênia, das 18h30 às 21h30, com monitorias das 17h30 às 18h30. As inscrições para participação são abertas sempre no mês de janeiro e divulgadas no site da FJP.

As inscrições são abertas sempre no mês de janeiro e o prazo é divulgado no site e perfis da FJP nas mídias sociais.

Atividade originária da Escola de Governo/FJP, o Programa de Internato em Administração e Gestão Municipal (Prinagem) abre inscrições para municípios duas vezes por ano, geralmente nos meses de abril e setembro, conforme divulgação realizada no site da FJP. A atividade de assessoramento técnico é prestada nos meses de janeiro e julho, durante as férias escolares.

Em caso de dúvidas, os municípios podem entrar em contato com a Gerência de Extensão e Relações Institucionais da Escola de Governo da FJP por e-mail (agnez.saraiva@fjp.mg.gov.br ou roberto.souza@fjp.mg.gov.br) ou por telefone (31-3448-9606 ou 31-3448-9594).

Quando o município é selecionado, a prefeitura assina um acordo de cooperação com a FJP. Os únicos custos para o município referem-se ao transporte, hospedagem e alimentação dos estudantes.

Os estudantes da Escola de Governo/FJP, sob a orientação de professores, desenvolvem atividades nas áreas de gestão e melhoria de processos e de políticas públicas. Os estudantes estão aptos a apoiar as prefeituras, por exemplo, na elaboração de leis orçamentárias e planos municipais; nos processos de gestão de pessoas; no diagnóstico da gestão municipal; na elaboração de carta de serviços; nos processos de licitação e compras; e na proposição de melhorias de serviços e políticas públicas, entre outras áreas. Os alunos podem também oferecer oficinas para servidores, secretários municipais, conselheiros de políticas, para a população e para as escolas, de acordo com as necessidades identificadas para cada localidade.

Podem fazer empréstimos de livros na biblioteca da FJP alunos regularmente matriculados nos cursos de graduação, especialização, mestrado e outros; professores da Escola de Governo; funcionários ativos pertencentes ao quadro de pessoal da FJP; usuários de bibliotecas e instituições que mantêm convênio com a biblioteca da FJP; prestadores de serviços ativos da Minas Gerais Administração e Serviços S.A. (MGS) e da Associação Profissional do Menor de Belo Horizonte (Assprom); consultores, durante o prazo estabelecido para a prestação da consultoria. Os demais interessados podem retirar o material apenas para consulta local e cópia, mediante apresentação do documento de identidade.

As monografias e dissertações dos egressos da Escola de Governo da FJP estão disponíveis na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), que integra os sistemas de informação de teses e dissertações existentes nas instituições de ensino e pesquisa do Brasil. O endereço para consulta é http://bdtd.ibict.br/vufind/.