• Post author:

A Fundação João Pinheiro (FJP), por meio da Diretoria de Cultura, Turismo e Economia Cria­tiva (DCTEC/FJP), tem a satisfação de entregar ao público o resultado de dois anos de trabalho para o diagnóstico da Economia Criativa de Minas Gerais. Este estudo foi produzido a partir do Seminário do Plano Estadual da Economia Criativa em Minas Gerais, realizado em novembro de 2016, que reuniu representantes dos segmentos artísticos (artes visuais, audiovisual, circo, dança, edição de livros, música e teatro), das artes aplicadas (design, moda), da gastronomia, do pa­trimônio cultural (incluindo artesanato) e das novas tecnologias (aplicativos e jogos eletrônicos) para discutir as potencialidades e os eventuais entraves ao desenvolvimento de cada um deles.

Clique aqui para ler o informativo.