• Post Author:

FJP sedia encontro da Rede de Escolas de Governo

Representantes do GT Rede de Escolas de Governo debateram soluções para a formação e capacitação de servidores públicos. Foto: Débora Drumond/FJP

A Fundação João Pinheiro (FJP) sediou nesta quinta e sexta-feira (13 e 14/2), o segundo encontro do Grupo de Trabalho sobre Rede de Escolas de Governo do Conselho Nacional de Secretários da Administração (Consad). Com o tema Como podemos fortalecer a formação e aperfeiçoamento profissional dos servidores públicos para que estejam mais qualificados para prestação de serviços públicos de qualidade?, o evento contou com representantes de 20 estados, que buscaram delinear ações orientadas para enfrentar o desafio proposto.

O secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Otto Levy, encerrou as atividades do primeiro dia de encontro, destacando a importância da integração e parcerias. “Não necessariamente toda escola de Governo precisa oferecer tudo.  Temos um grande potencial e maior ganho de qualidade na sinergia da atuação em rede”, afirmou.

Para o presidente da FJP, Helger Marra, receber o segundo encontro e a primeira reunião técnica desse GT é motivo de muito orgulho e satisfação. “Nosso objetivo é atender demandas de formação de servidores públicos em nível nacional, que surgem de todos os estados. Buscamos compreender as peculiaridades dessas demandas e construir um planejamento para a oferta de cursos de forma alinhada e robusta, para alcançar a excelência que o Brasil precisa”.

Também esteve presente no evento o secretário de Administração de Tocantins e vice-presidente do Consad, Edson Cabral de Oliveira. “Realizamos nosso encontro no melhor lugar pra isso, que é Belo Horizonte, devido à experiência da Fundação João Pinheiro para a organização metodológica de como vamos discutir e debater o fortalecimento da rede de escolas de Governo para uma articulação em todo o território nacional em termos de formação, habilidades e competências dos servidores públicos”, explicou Oliveira.

O GT sobre Rede de Escola de Governos foi instituído a partir da necessidade de aumentar a eficácia das escolas de governo dos estados e do Distrito Federal e das instituições que trabalham com formação e aperfeiçoamento profissional dos servidores públicos, além de promover o compartilhamento de conhecimentos, incentivando trabalhos em parceria. O grupo também se estrutura a fim de implementar medidas para aprimorar efetivamente a eficiência nas organizações públicas e transformar a cultura burocrática em uma estrutura hábil, voltada para a nova gestão pública e a assimilação efetiva das mudanças pelos principais agentes envolvidos.

Por Débora Drumond/FJP