Luiz Aureliano Gama de Andrade

Entrevista

Currículo

26 de outubro de 1991 a 6 de janeiro de 1995

Luiz Aureliano Gama de Andrade nasceu na capital do Rio de Janeiro no dia 14 de maio de 1945. É graduado em Filosofia pela UFMG, possui Mestrado em Política Pública e Doutorado em Ciência Política, ambos pela University of Michigan nos Estados Unidos. Ele foi contratado como cientista político pela FJP em 1974 e atuou também como consultor para o BDMG.

Andrade afirma ter entrado na presidência da Fundação desanimado: “com um astral baixo, com uma perspectiva muito ruim, sem perspectiva de trabalho, fora de lugar, sem um papel definido”. Seu período na diretoria, entre 1991 e 1995, foi marcado por novidades e mudanças na FJP. Partindo da visão de que a Fundação deveria garantir sua utilidade para o Estado ele acreditava ser necessário o desenvolvimento de diretrizes para a Fundação. Pensando assim, os centros de estudo tiveram seus papeis revistos dentro da instituição e outros setores foram criados. Nesse contexto foi instituído o Centro de Estatística e Informação e foi sob sua presidência também que foi fundada a Escola de Governo do Estado. Segundo ele: “a ideia era fortalecer isso e retomar o planejamento e a pesquisa em áreas muito reduzidas, restritas, porque a gente já sabia pela experiência, que você não podia contar com aparato grande, você tinha que ter uma coisa pequena”.

Em sua fala, ele afirma que a Fundação João Pinheiro foi fortalecida após sua gestão: ela ficou mais forte, ela instituiu a Escola de Governo, legalizou e credenciou os cursos, criou a pós-graduação, levou o CEI para lá, melhorou a parte de computação, fizemos reclassificação de técnicos”.