Ricardo Carneiro

Entrevista

Currículo

15 de março a 31 de dezembro de 2002

Nascido em Itaúna (MG) no dia 22 de julho de 1953, Ricardo Carneiro é graduado em Matemática pela UFMG, Mestre em Economia e Doutor em Sociologia e Política também pela UFMG. Foi Diretor da Seplan-MG até 1987, ano em que se tornou pesquisador da Fudnação João Pinheiro. Sua trajetória na Fundação incluiu a Escola de Governo como professor da graduação, da pós-graduação, e Diretor-Geral. Se tornou presidente da Fundação em 2002, cargo que exerceu por cerca de 9 meses. Após deixar a presidência foi coordenador do mestrado em Administração Pública na FJP e representante do corpo docente no Conselho Diretor da Escola de Governo FJP.

Ricardo Carneiro encontra a Fundação com uma grande preocupação: “esvaziamento, de perda de quadros, com um cenário que no horizonte não muito longo de tempo a Fundação morreria de inanição por não reposição de quadro”. Por ter sido servidor antes de se tornar presidente da instituição, diz ter tido um compromisso imenso com a FJP, e tentou chamar a atenção do Governo do Estado para os problemas existentes na Fundação e que precisvam ser solucionados, dizendo que “é uma instituição que importa”, tendo em vista as características únicas da FJP.

A passagem pela presidência da casa, trouxe ao Ricardo a visão do quanto difícil e trabalhoso é administrar uma instituição, sendo o que ficou “o re-reconhecimento do valor da instituição, da importância”. Valoriza seu papel e seus trabalhos, dizendo que “Dificilmente, como eu estava te dizendo, você vai encontrar nos desenhos institucionais aqui no país algo com um arranjo tão rico como esse, um lugar que você consegue combinar uma escola com um centro de estatística e com um centro de pesquisa”.  Ricardo conclui: “Espero que os 50 anos de fato não sejam apenas 50 anos vividos, mas que dê um chão sólido, firme, é muito emblemático… Essa instituição merece viver pela contribuição que ela representa”.